Do Sigma para o Mundo

Durante o mês de março, o Sigma promoveu uma série de eventos voltados para despertar e estimular o interesse de alunos que buscam oportunidades de estudos no exterior. Esses eventos integram o projeto Do Sigma para o Mundo, voltado para a internacionalização dos alunos.

Em parceria com a Daquiprafora, foi oferecido aos alunos palestras gratuitas com dicas de habilidades e atividades extracurriculares necessárias para alcançar melhores resultados nos processos seletivos, custo dos cursos, modelo de ensino, além de apresentar para os jovens a perspectiva de estudar em uma instituição no exterior. “Foi um momento para os alunos tirarem dúvidas e conhecerem melhor as opções que eles possuem, para assim conseguirem se preparar melhor. Essa é uma geração que percebeu que estudar fora do país é uma experiência que agrega no currículo e na vida pessoal”, comenta a coordenadora de Línguas Estrangeiras, Sandra Mara.

Já na Feira das Universidades Internacionais, representantes de conceituadas universidades internacionais e órgãos governamentais de intercâmbio, como American International School Of Medicine, EU Business School, State University Of New York At Oswego, Swiss Education Group e Education New Zealand interagiram com os alunos e deram a eles a oportunidade de conhecer como funciona o sistema internacional de graduação, valores dos cursos, requisitos específicos para aprovação e, ainda, como concorrer às bolsas de estudos.

Marcelo Afonso de Oliveira é coordenador da Secretaria de Cursos e afirma que: “Os estudantes receberam orientações sobre a importância da participação em projetos extracurriculares da própria escola, como voluntariado, simulações da ONU e etc. Já que são alguns dos critérios das avaliações para ingressar no ensino superior em outros países”, explica.

Para fechar essa série de eventos, alunos do 9º ano do Ensino Fundamental – Anos Finais e do Ensino Médio participaram de um simulado do ACT, aplicado pela parceira Daquiprafora, e tiveram a oportunidade conhecer o método utilizado pelas instituições estrangeiras. “O simulado é uma forma do estudante saber em qual área de conhecimento ele precisa melhorar para a prova que vai garantir sua vaga na universidade”, comenta Sandra.

Realizado em inglês, e apenas no Sigma em Brasília, o simulado teve duração de 1 hora e 21 minutos e avaliou os conhecimentos e habilidades de raciocínio crítico do aluno. O exame foi dividido em quatro áreas: Interpretação de texto, Gramática, Matemática e Raciocínio Científico.

 

Confira os programas que integram o projeto Do Sigma para o Mundo:

Sigma Global High School: No programa nossos estudantes saem preparados para fazerem carreira aqui ou em mais 73 países. Ele é uma complementação pedagógica, em que os alunos têm aulas do currículo americano durante a tarde, ministradas 100% em inglês, e chegam ao final do curso com diploma duplo: um válido para ingresso em instituições de ensino superior do Brasil e outro para universidades internacionais, como americanas ou canadenses por exemplo.

Red Balloon: Com altos índices de aprovação em exames internacionais e uma proposta de ensino que valoriza aulas dinâmicas, a Red Balloon ensina inglês para crianças e adolescentes com uma metodologia exclusiva, moderna e eficaz e também oferece material didático exclusivo, preparado de acordo com a necessidade de cada faixa etária.

Feiras Internacionais: Realizada pela Secretaria de Cursos do Sigma em parceria com instituições que possuem grande expertise na área, a Feira Internacional reúne as melhores oportunidades de estudo fora do Brasil, com a exclusividade que nossoo aluno merece. São realizadas palestras para os alunos entenderem o processo de admissão nas universidades, como funcionam as bolsas educacionais e quais são os cursos elegíveis. É também durante o evento que os alunos têm contato com os representantes das universidades, que apresentam e tiram dúvidas sobre suas respectivas instituições.

Daquiprafora: Consultoria educacional que assessora estudantes para os processos seletivos de universidades dos Estados Unidos, Canadá e Reino Unido e os acompanha durante suas trajetórias universitárias, oferecendo suporte e criando oportunidades de desenvolvimento pessoal e profissional.