Exposição na escola apresenta cultura indígena aos alunos

Desde o século XVI, com a chegada dos portugueses ao Brasil, foi iniciada uma desvalorização do Índio no país. Mais de 500 anos depois a história não mudou e a cultura indígena ainda é estereotipada e vista com preconceito por parte da sociedade. Como um modo de alterar essa visão e celebrar a cultura e os costumes dos primeiros habitantes do Brasil, muitas escolas e professores têm buscado novas formas de discutir inclusão e a diversidade cultural em sala de aula.

No mês em que é celebrado o Dia do Índio, o Centro Educacional Sigma promoveu atividades para retratar e valorizar a história e a cultura dos povos indígenas. Para finalizar o programa, no dia 23 de abril, a escola ofereceu aos alunos uma Mostra Interativa, com objetos, vídeos, áudios e fotos dos povos nativos. “A cultura indígena faz parte da nossa identidade como cidadão brasileiro”, comenta Rosa Menna, Coordenadora do Ensino Fundamental – anos iniciais da unidade 910 norte.

Outro trabalho que vem sendo realizado na escola é pesquisa sobre as comunidades indígenas que vivem nas regiões vizinhas ao Distrito Federal. Rosa conta que é importante que os alunos conheçam e valorizem as etnias mais próximas. “O próximo passo será levar representantes dessas comunidades para dentro de sala de aula, para ampliar o diálogo sobre a diversidade com os alunos”, finaliza.