Trajetória 35 anos Sigma

Antes mesmo de começar a trabalhar no Sigma, William Pinheiro já gostava da escola e do ensino que ela proporciona aos alunos. Professor do Ensino Médio e de cursinhos pré-vestibulares desde 1991, deixou, por muitas vezes, o seu currículo na portaria da escola, na esperança de um dia ser contratado, até que, em 2006, foi convidado para substituir uma professora de Química no Ensino Médio em turmas da 2ª série. De 2006 a 2012, ministrou aulas de Química em diferentes séries desse segmento, quando, em 2012, foi convidado pela Direção da escola a assumir a coordenação da cadeira. Entre 2012 e 2015, o professor William ministrou aulas de Físico-Química nas turmas de 3ª série nas unidades 910 Norte e 912 Sul, até que, em 2015, recebeu um novo convite: assumir a Direção Pedagógica da unidade Sigma Águas Claras. Com entusiasmo, enfrentou o desafio e chegou àquela unidade em julho daquele ano.

Formado em Química, com pós-graduação em Gestão Escolar e Coordenação Pedagógica, atualmente, o professor William Pinheiro não está mais em sala de aula. Mesmo assim, possui dois projetos que o ajudam a relembrar o contato diário com os alunos. O primeiro é o projeto Ciência com o Diretor, que consiste em aulas experimentais de Química para os alunos do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental – Anos Iniciais. Além de acompanhar o trabalho dos professores, o diretor ministra aulas práticas, abordando diferentes conteúdos conceituais em Química no laboratório da escola. E o segundo é o projeto Monitoria, que constitui uma forma de aprendizagem entre pares, com alunos do Ensino Médio. Nessas aulas, o diretor aproveita a oportunidade e ministra, junto aos monitores, algumas aulas agendadas pelos alunos do projeto.

Para o diretor William, é gratificante poder acompanhar de perto o crescimento e o amadurecimento dos alunos. Ele conta que é “engrandecedor” poder participar da evolução e do crescimento acadêmico das crianças e dos jovens.

 

Sempre solícito e sorridente. Assim é Raimundo Ferreira, ou Raimundinho, como é conhecido pelos alunos do Sigma da unidade 910 Norte. O encarregado iniciou sua trajetória no Colégio quando a unidade ainda estava em construção. Além de auxiliar em todas as áreas da obra, ele era vigia do empreendimento. Ele lembra que a escola foi construída em apenas 11 meses e que, para finalizar o serviço, havia em torno de 250 pessoas trabalhando dia e noite.

Quando o prédio ficou pronto, a dedicação e o trabalho de Raimundo foram reconhecidos. Assim, o capacete e a roupa cinza saíram de cena. Ele foi convidado para trabalhar como funcionário da escola e ganhou um novo uniforme, agora com as cores do Sigma. “Tenho muito orgulho de poder dizer que trabalhei na construção e hoje trabalho aqui”, conta.

Em 2018, Raimundinho completará 11 anos de casa e fica feliz em poder acompanhar o desenvolvimento dos alunos. Ele lembra-se de alunos que chegaram pequenos à escola e agora já estão se formando. “Nós acompanhamos o crescimento e amadurecimento desses alunos. Com o passar dos anos, é possível indicar quem são os mais fechados, calmos ou agitados”, comenta.

Atualmente, Raimundo é o encarregado da unidade e considerado os “olhos clínicos” do Sigma. Se há rachaduras ou algum cano vazando, é ele quem reporta para a escola. Ele também realiza o recolhimento de material esquecido nas salas de aula e é responsável pelo “Achados e Perdidos” pela manhã. Além disso, quando necessário, cuida do som nos eventos da escola. “Eu sou o 1001 utilidades. Estou no Sigma para trabalhar e dar o meu melhor”, finaliza.

Paixão. Essa é a palavra que resume o sentimento de Sandra Nobre pelo trabalho como orientadora pedagógica. Há 23 anos na unidade 912 Sul, Sandrinha, como é conhecida, acredita que conviver com pessoas diferentes é o que a motiva todos os dias e a faz feliz.

Com a mesma alegria que chegou ao Sigma em 1995, Sandra conta que foi contratada como orientadora quando ainda faltava menos de um ano para se formar, em 1997. Na época, assumiu a orientação dos alunos de 15 turmas da 3ª série do Ensino Médio.

Durante todos esses anos, Sandra circulou entre os adolescentes da 1ª, da 2ª e da 3ª séries do Ensino Médio. Entre os alunos que receberam seus conselhos, estão André Barreto, coordenador do Ensino Fundamental – Anos Finais; Saulo Mandel, professor de Biologia; e Thiago Gomes, professor de Filosofia.

Com experiência de quem iniciou como estagiária, passou pela Secretaria de Matrículas, Secretaria de Notas e atendimentos aos responsáveis, Sandra acredita que o segredo de um bom relacionamento com alunos, familiares e professores está nos pilares: saber ouvir, ter paciência e escolher bem as palavras.