Troca de cartas sensibiliza alunos do 2º ano do Ensino Fundamental – Anos Iniciais, unidade Águas Claras

A carta é uma forma de produção textual existente desde que o homem necessitou de comunicação à distância. Hoje em dia, é muito difícil encontrar pessoas que troquem correspondências escritas à mão. Para atrair os alunos do 2º ano dos Anos Iniciais, da unidade Águas Claras, criou-se o projeto Troca de Cartas, para estudar o gênero textual, em Língua Portuguesa.

Com a tarefa, os alunos trabalham a produção de texto, o estudo de endereços e o envio das cartas para amigos, familiares e responsáveis. As produções passaram por uma primeira versão do texto, revisão e versão final. “Um momento bastante marcante foi quando uma orientadora educacional, vestida de carteiro, recebeu das mãos das crianças as cartas produzidas para levar aos Correios”, conta Gilvania Dourado, coordenadora do Ensino Fundamental – Anos Iniciais.

Segundo a coordenadora, os alunos se envolveram com a atividade e produziram cartas endereçadas para outras cidades, países e até para o próprio responsável. “Um aluno dizia em seu texto que estava com saudades da mãe e gostaria de estar mais perto dela. Foi uma experiência muito sensível e muito significativa com o uso social da escrita”, diz Gilvania.