Os trabalhos não param: Equipe de Ajuda do Colégio Sigma se reúne online para definir ações durante a quarentena

Desde o dia 13 de março estudantes de Brasília estão em casa devido ao decreto 40.520 do Governo do Distrito Federal que suspendeu as aulas das escolas públicas e privadas da cidade. Porém, os alunos e professores do Colégio Sigma estão se adaptando à situação. A Equipe de Ajuda – grupo composto por estudantes capacitados para identificar os conflitos em sala de aula e ajudar os colegas -, da unidade da 606 Norte, está realizando reuniões on-line para definir e propor ações durante a quarentena.

Segundo a coordenadora do Ensino Fundamental – Anos Finais, Liliana Antunes, a primeira reunião serviu para o grupo pensar em como irão continuar com as formações dos novos integrantes e em ações voltadas para o bem-estar coletivo. “Foi um momento de troca. Os alunos nos passaram um feedback de como têm sido esses dias em casa e juntos tentamos buscar formas de mantê-los ativos durante esse período de quarentena, com o objetivo de tentar minimizar as angústias e a ansiedade de todos os grupos”, diz.

Liliana também aponta que os encontros online estão sendo como uma roda de diálogo. Um momento para passar um pouco de tranquilidade para os jovens. “Eles estão confusos e inseguros. São muitas notícias ao mesmo tempo. Então tentamos tranquilizá-los, para que eles também possam acalmar os colegas”, comenta.

André Dantas, professor de Geografia e da Convivência Ética, conta que os alunos, em conjunto com os professores, definiram que o foco da Equipe de Ajuda será o Instagram, rede social com mais engajamento por parte dos jovens. “Além disso, decidiu-se que também faríamos o serviço de cybermentoria, que é um auxílio pela internet aos alunos que precisarem, buscando manter o sigilo, caso não queiram se identificar”.  A expectativa é que o perfil no Instragram seja lançado em breve e contará com postagens semanais de dicas para auxiliar nos estudos, pra desenvolver outras atividades, entre outros temas.

As reuniões da Equipe de Ajuda estão ocorrendo semanalmente para que os alunos não percam o ritmo e continuem pensando em ações e projetos para os estudantes. “Queremos que eles estejam cada vez mais engajados em ajudar os amigos durante o período de quarentena que ainda não sabemos quanto tempo vai durar”, finaliza Liliana.